FISSURA LABIOPALATAL


Você está em Home / Procedimentos / FISSURA LABIOPALATAL

FISSURA LABIOPALATAL

Anomalia craniofacial congênita multifatorial, resulta em uma "fenda" no lábio superior e/ou no palato ("céu da boca"). Popularmente conhecida como lábio leporino ou goela de lobo, estima-se que para cada 650 crianças nascidas vivas, uma tenha algum tipo de fissura. 

A fissura labiopalatal pode ocorrer de forma isolada ou associada a alguma síndrome. A etiologia continua indefinida, mas as possíveis causas podem ser divididas em fatores ambientais (deficiência nutricionais, infecções virais, drogas anticonvulsivantes/ansiolíticas, alcoolismo, fumo, agrotóxicos/herbicidas, irradiação ionizante) e genéticos.

A adequada reabilitação do portador de fissura labiopalatal é perfeitamente alcançável, mas convém ressaltar que o tratamento é longo, iniciando-se logo após o nascimento e prolongando-se até a fase adulta. Este tratamento deve ser focado principalmente na estética facial, na oclusão dentária, na fala e na audição.

O tratamento multidisciplinar é imprescindível para satisfatória reabilitação e reinserção do paciente portador de fissura labiopalatal à sociedade.